Única amostra de metal de hidrogênio do mundo some em laboratório

 Foto: The New York Times/Divulgação

Foi anunciado, em janeiro de 2017, que cientistas da Universidade de Harvard haviam conseguido criar uma pequena quantidade de metal de hidrogênio após 100 anos de tentativas frustradas. Considerado o material mais valioso do planeta, o metal teria uma tecnologia revolucionária. Porém, a amostra criada pelos cientistas sumiu do laboratório.

Para que o hidrogênio não retornasse para a forma de gás, foi necessário mantê-lo sob temperaturas próximas de zero e sob uma pressão muito grande. De acordo com o site científico IFLS, durante um teste de rotina, um dos diamantes que estava mantendo o hidrogênio em forma de metal quebrou e a amostra desapareceu.

Como a amostra do metal tinha a espessura de um quinto da espessura de um cabelo humano, há uma chance de o metal de hidrogênio ter caído em algum lugar e não ser possível vê-lo. No entanto, também há uma possibilidade de o hidrogênio ter se tornado instável demais sem a pressão dos diamantes e retornado para seu estado gasoso.

Hidrogênio de metal tem o potencial de mudar o mundo. Ele contém tanta energia que poderia fazer o combustível mais potente já visto e pode conduzir eletricidade sem resistência.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)