Lampião Verde, versão nordestina de herói da DC, é cangaceiro e enfrenta até o Galo da Madrugada para salvar Sertão

Narsvera Game Studio/Reprodução

Imagine jogar e ter os movimentos intensificados pelo frevo, xote ou baião, antes de enfrentar o Homem da Meia Noite ou o Galo da Madrugada, chefões de estágio do Sertão Profundo? Estas são algumas das possibilidades do game “Lampião Verde – A maldição da botija”, proposta de versão nordestina do herói da DC Comics, Lanterna Verde, da desenvolvedora de jogos de Campina Grande (PB), Narsvera Game Studio, que busca financiamento coletivo para disponibilizar o jogo de RPG, com plataforma 3D para PC e MAC.

MapadoJogoLampiaoVerdeA iniciativa se volta a uma ressignificação do folclore nordestino, apropriando-se muito menos do que seria um direito autorial de um herói norte-americano do que dos personagens, sons e visuais que imperam no imaginário popular do Nordeste. A narrativa se passa no Sertão Profundo, conjunto de ilhas flutuantes inspirado na cultura nordestina, que está sendo corrompido pelo “Bando das Visagens Malassombrosas”. O problema é tanto que Maria Bonita, o Homem da Meia-Noite, o Galo da Madrugada e uma série de bois-bumbá enfrentarão o Lampião Verde, ex-velho moribundo que obtém seus poderes após encontrar uma botija com o anel verde que lhe confere poderes sobrenaturais. Parece familiar?

A empresa paraibana lançou campanha no Kickante para desenvolver o projeto, orçado em R$ 30 mil, e em poucos dias já garantiu 10% do financiamento necessário, a quase dois meses do final da campanha. A oferta inclui trilha sonora original de orquestra, gravada em estúdio, artbook e o argumento que trata-se da animação de uma grande espécie de história em quadrinhos que se dedica à “rica, porém dispersa cultura nordestina”. O game será disponibilizado para download na plataforma Steam e terá também a trilha sonora lançada.

É possível contribuir de R$ 15 a R$ 10 mil, com recompensas que variam da possibilidade desde baixar a trilha sonora proposta até ter o poder de sugerir um personagem a ser incluído na narrativa do jogo (que pode ser à sua imagem e semelhança). Para contribuir e conhecer mais sobre a proposta, clique aqui.

Confira vídeo que explica origem e narrativa do jogo:

Paródias envolvendo a cultura nordestina e heróis são recorrentes e a temática do cangaço é quase sempre associada à linguagem mais rudimentar de décadas passadas para compor o quadro, sempre com um ar mais cômico – o que apenas reforça a demanda reprimida por heróis que envolvam o universo sertanejo. Entre outros memes que circulam na internet, um deles chama a atenção por envolver diversos hits da infância da última geração:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)