Homem foi responsável por transformar Saara em deserto, aponta arqueólogo

Wikipedia / Reprodução

O deserto do Saara é hoje conhecido como uma vasta planície árida que é exposta a temperaturas extremas e pouca chuva. Mas há milhares de anos, era composto por gramado e contava com a existência de lagos. E de acordo com um arqueólogo está sugerindo que os seres humanos desencadearam a transformação dramática do deserto, alegando que os agricultores de colheita provocaram uma cadeia de eventos que empurraram a área para o estado seco e estéril atual.

Os grandes pastos verdes do Saara começaram a secar durante a época em que os humanos se mudaram para a área, há 8 mil anos, trazendo a agricultura com eles. Dentro de mil anos já tinha se transformado no deserto árido visto hoje.

Dr. David Wright da Universidade Nacional de Seoul, na Coréia do Sul, reivindicou que os cultivadores da colheita provocaram esta mudança. Sua pesquisa sugere que, à medida que as comunidades humanas se espalhavam pela região, modificaram a paisagem para acomodar cultivos e gado. Cultivadores cuidavam de espécies de plantas que deixavam o solo sariano exposto e também trouxeram animais que comiam a vegetação, descobrindo ainda mais o solo.

“À medida que a luz do sol refletia o solo exposto, o ar saariano ia sendo aquecido. À medida que mais fazendeiros se mudaram para a região, mais solo foi sendo exposto, levando a mais aquecimento do ar. Isso reduziu as chuvas e criou condições climáticas ideais para a vegetação de arbustos. Eventualmente, as chuvas praticamente desapareceram, matando grande parte da vida vegetal do Saara e deixando para trás apenas algumas plantas resistentes no deserto” explica Dr. Wright para o jornal britânico Daily Mail.

O deserto do Saara mostra sinais de rios antigos e vestígios de plantas e animais profundos sob suas areias – evidência do passado verde da planície. O deserto era verde durante o “período úmido africano”, em que África ocidental tornou-se muito mais molhada do que é hoje graças a uma série de monções.

O Saara é o maior deserto do mundo, que se estende por 10 países africanos diferentes – uma área de mais de 9 milhões de quilômetros quadrados. Sua precipitação média varia com a maioria do deserto que vê menos de 20mm cada ano. “Já foi 10 vezes mais úmido que hoje”, disse a Dra. Jessica Tierney, da Universidade do Arizona, paleoclimatologista e especialista em Sara não envolvida na pesquisa do Dr. Wright.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)