Hacker derruba 20% de internet oculta contra sites de pedofilia

Flickr/Reprodução

Cerca de 20% da chamada “Dark Web”, parte da internet onde se encontram conteúdos que não podem ser encontrados por mecanismos de busca padrão da internet, foi derrubada por um hacker anônimo. A motivação do ataque foi uma reação a um serviço de hospedagem em rede que abrigava conteúdos de pornografia infantil. O “Fredoom Hosting II” já foi condenado em 2013 pela justiça americana por permitir a presença desse tipo de material.

Ao visitarem os mais de 10 mil sites hospedados pelo servidor, os usuários liam uma mensagem, dizendo “Olá, Fredoom Hosting II, você foi hackeado.” Em entrevista ao portal tecnológico Motherboard, o hacker declarou que esse foi seu primeiro ataque. “Eu apenas tive a ideia certa”, declarou o invasor. O servidor permitia oficialmente uma cota de 256 MB por site hospedado, mas o hacker notou que alguns sites com conteúdo criminoso chegava a ter gigabytes de material. Esse fator é uma evidência de que os administradores do serviço sabiam da presença desses sites, podendo até mesmo estarem sendo pagos para mantê-los.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)