Garota com vitiligo supera bullying transformando corpo em arte

Ash Soto / Instagram

Ash Soto foi diagnosticada com vitiligo quando tinha 12 anos. A medida em que as manchas começaram a se espalhar, começou a sentir vergonha de sua pele. Os traumas tiveram início ainda na infância. Perguntavam a ela, por exemplo, se havia tomado banho de alvejante para ter aquelas manchas. Nove anos depois, agora com 21 anos, ela não vê motivos para se envergonhar e abraça sua condição.

Durante sua adolescência, Soto decidiu que não deixaria sua pele ser motivo de piada, e passou a definir desafios diários como, por exemplo, andar em público sem camisas de manga longa. Eventualmente, os desafios levaram a garota a transformar seu corpo em uma tela para uma forma belíssima e inovadora de arte.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Ash Soto / Instagram
Ash Soto / Instagram

“Eu nunca percebi o quão bonito o meu vitiligo é, até que eu o tracei com um marcador preto, para realçar as diferentes cores da minha pele”, disse Soto ao site Bored Panda. Agora, ela faz de seu corpo uma tela, para obras de arte diferentes, incluindo a Noite Estrelada de Van Gogh.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Comentário(s)

Comentário(s)