Em Pernambuco? Tudo o que você precisa saber sobre o eclipse de 21 de agosto

Dave Dickinson/Reprodução

No dia 21 de agosto, segunda-feira, Pernambuco terá a melhor visão de um eclipse solar desde 2006. Para garantir a observação do fenômeno da maneira mais segura, equipes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), no Recife, e do Observatório Astronômico do Alto da Sé, em Olinda acompanharão os interessados no fenômeno. Na UFRPE, o eclipse poderá ser observado no campo de futebol e no estacionamento do departamento de física do campus do bairro de Dois Irmãos, já a partir das 14h; O Observatório do Alto da Sé estará aberto a partir das 15h para se preparar para o evento, que começa às 16h28 e deve ter fim às 17h16.

O ápice do fenômeno deve ocorrer por por volta das 16h50, a partir do Recife. Segundo o ClimaTempo, a tarde no Recife deve ter poucas nuvens. O site Accuweather indica que a máxima na capital pernambucana deve chegara 29ºC, com apenas 6% de chance de chuvas, e com ventos de 15km/h. Isso significa que boa parte dos interessados em observar o fenômeno, caso a previsão se concretize, poderá ter a chance de observar o fenômeno.

Trata-se de um eclipse parcial, então o dia não vai “virar noite”, como se costuma dizer. O Sol estará coberto pela lua em uma proporção de 30%, a partir das coordenadas geográficas do estado. Isso porque a visualização do fenômeno depende especificamente da localização em que se está em relação ao eixo da Terra. Nesse mesmo horário, descontando o fuso horário, claro, os Estados Unidos ficarão completamente encobertos por mais de dois minutos, da costa leste à costa oeste.

Como o eclipse será apenas parcial em Pernambuco, é importante garantir o melhor ponto de observação. O próximo eclipse parcial visto da capital pernambucana deve ocorrer apenas em 14 de dezembro de 2020, enquanto o eclipse total do sol, quando o dia “vira noite”, está previsto apenas para o dia 12 de agosto de 2045.

Mas atenção: a observação de um eclipse solar é perigosa se não for feita com o equipamento correto. Olhar para o brilho do sol sem a proteção adequada pode causar danos irreversíveis aos olhos, por isso o uso de um binóculos ou telescópios já equipados para esse tipo de atividade é o mais recomendado. “É preciso haver um filtro de proteção entre os olhos e o Sol na hora da observação, como aqueles negativos usados em fotografias antigas. Alguns binóculos e telescópios vêm equipados corretamente para esse tipo de observação, mas a lente não pode ter nenhum tipo de dano”, explicou o coordenador do Observatório Astronômico do Alto da Sé, Cleiton Batista. Vale lembrar que a câmera do celular também pode ser danificada se apontada diretamente para o sol sem qualquer tipo de filtro!

A Agência Espacial Americana (Nasa) está se preparando para a observação do eclipse, que será total nos Estados Unidos. É a primeira vez em 99 anos que esse tipo de eclipse é visto no país e o evento será transmitido ao vivo na internet para o mundo todo. Em animação, o site timeanddate fez a projeção de como parecerá o eclipse solar da tarde do dia 21 de agosto de 2017, a partir das coordenadas da capital pernambucana.

Confira transmissão do eclipse total ao vivo:

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)