Pela primeira vez, cientistas descobrem planetas fora da Via Láctea

Universidade de Oklahoma / Divulgação

Pela primeira vez na história, cientistas descobriram panetas fora da Via Láctea. Estes planetas extragalácticos, também chamados de exoplanetas, estão localizados a cerca de 3,8 bilhões de anos-luz de distância da Terra e variam de tamanho. A descoberta, feita por astrofísicos da Universidade de Oklahoma, nos Estados Unidos, foi publicada na revista The Astrophysical Journal. Xinyu Dai e Eduardo Guerras, pesquisadores que comandaram a descoberta, utilizaram a técnica conhecida como microlentes, na qual grandes objetos se dobram e ampliam a luz sobre eles.

“Este é um exemplo de quão poderosas podem ser as técnicas de análise com as microlentes extragalácticas. Esta galáxia está localizada a 3,8 bilhões de anos-luz de distância e não há a menor chance de observar estes planetas diretamente, nem mesmo com o melhor telescópio que se possa imaginar em um cenário de ficção científica. No entanto, somos capazes de estudá-los, revelar sua presença e até ter uma ideia de suas massas. Esta é uma ciência muito legal”, explicou Guerras ao jornal espanhol El país.

Todos os dados foram recolhidos pelo Observatório de Raios-X da Nasa pela observação feita pelos cientistas utilizando os Supercomputadores do Centro de Educação e Pesquisa da Universidade de Oklahoma. Foram encontrados planetas pequenos como a Lua, além de alguns que chegam a ser tão grandes quanto Júpiter.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)