Centenas de camelos morrem de sede na Arábia Saudita após serem expulsos de fazendas

Novas News / Twitter

Centenas de camelos morrem desidratados e desnutridos nas chamadas “terras sem donos” entre a Arábia Saudita e o Catar. Tudo começou quando os sauditas expulsaram os donos catarianos de mais de 15 mil camelos e 10 mil ovelhas de suas fazendas, de acordo com um bloqueio diplomático entre os dois países. Apesar dos camelos conseguirem passar longos períodos de tempo sem consumir água, cerca de 9 mil animais não aguentaram e morreram em apenas 36 horas.

“Eu voltei da Arábia Saudita. Eu mesmo vi mais de 100 camelos mortos na estrada, bem como centenas de camelos e ovelhas perdidas. Era difícil, os camelos estavam exaustos porque não sabiam que caminho seguir. Muitos morreram e muitos tiveram pernas quebradas e lesões. Alguns jovens precisam do leite de suas mães”, contou o fazendeiro Said Al Hajari, ao jornal britânico Daily Mail.

Novas News / Twitter

Os fazendeiros e seus animais receberam abrigo temporário nas regiões sudoeste da Arábia Saudita. Funcionários também disseram que equipes especializadas em animais e veterinários haviam sido designadas ao local. Agora, os fazendeiros só querem que tudo volte ao normal. “Nós só queremos viver nossos dias, ir para a Arábia Saudita e cuidar dos nossos camelos e voltar e cuidar da nossa família. Não queremos estar envolvidos nessas coisas políticas”, comentou o catariano Ali Magareh.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)