Cadela se recusa a ser adotada sem seu melhor amigo

Alaina Brinton/Facebook

Os cachorros Lucy e Sully são amigos inseparáveis – quase como irmão mais novo e irmã mais velha. Eles tem um relacionamento de proximidade tão grande que, quando uma pessoa chegou ao abrigo querendo adotar Lucy, ela se recusou a sair até que Sully fosse levado junto. Foi assim que a norte-americana Alaina Brinton voltou para casa com dois novos animais de estimação.

Alaina havia acabado de perder seu cachorro e estava a procura de um filhote para adotar. Ao entrar no site do abrigo, se apaixonou por Lucy, uma filhote da raça Redbone. Mas assim que ela ligou para o abrigo, ela já recebeu um aviso. “Me disseram que eu não conseguiria adotar só ela”, contou Alaina, de acordo com o Globo. Ao chegar na casa de adoção, ela descobriu o porquê do aviso.

 

Alaina Brinton/Facebook

Sully, alguns anos mais novo, virou companheiro de Lucy e a cadela não o deixaria sozinho. Alaina não teve problemas em adotar os dois, afinal ela também se apaixonou por Sully ao conhecê-lo. Segundo ela, os animais estão sempre juntos, seja brincando, comendo ou apenas descansando. Sully é um pouco assustado e só a companhia de Lucy o acalma. “Eles se adaptaram juntos e encontraram uma nova rotina como uma equipe. Foi perfeito, eu acho que a transição foi muito mais fácil para eles por causa da companhia”, disse.

Lucy, Sully e Alaina moram juntos há sete anos. Os cachorros ainda são melhores amigos e fazem tudo juntos. Onde um estiver, pode ter certeza que o outro não estará muito longe. “Sully é alguns anos mais novo, então ele tem mais energia que a Lucy. Quando eles vão para o parque juntos, ela cansa primeiro e o Sully continua correndo. Mas mesmo assim, ele para de vez em quando para ver como Lucy está e se ela ainda está esperando por ele.”

 

Alaina Brinton/Facebook

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)