Revoltada, fiel atira balde com dejetos em pastor evangélico, no Mato Grosso

IEADLRV/Reprodução

Um culto de Ano-novo em uma igreja evangélica Assembleia de Deus se tornou palco de um escândalo escatológico na cidade de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, a 354 km da capital, Cuiabá. Uma mulher de 47 anos atirou um balde de fezes e urina contra os pastores e membros da igreja. A ação seria um protesto pela forma como estariam sendo tratadas as mães solteiras durante as pregações, supostamente com insinuações de que suas vidas estariam erradas por terem filhos, mas não maridos. Os fiéis presentes ficaram revoltados com o ataque e chamaram a polícia.

A mulher foi algemada e levada para a delegacia para ser ouvida. Depois de responder um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), ela foi liberada e deverá responder na Justiça pelo crime de crime de ultraje a culto religioso.

O pastor, por sua vez, precisou levado ao hospital. Atingido no rosto pelos excrementos, reclamava de dores nos olhos e tinha medo de alguma infecção, mas passa bem.

 

Leia ainda:
Pastores acionam Ministério Público para escultura de Iemanjá do Rio São Francisco
Pastor casado formaliza segundo casamento com adolescente grávida

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)