Prova mais antiga de vida na Terra é encontrada em rocha

Villy Fink Isaksen / Creative Commons

Pesquisadores australianos descobriram fósseis indicando vida na terra 220 milhões de anos antes do acreditado pela ciência moderna. Os estromatólitos, rochas formadas pela atividade de micro-organismos, foram encontrados na Groenlândia e têm cerca de 3,7 bilhões de anos. “Até agora os estromatólitos mais antigos eram do Oeste da Austrália, com cerca de 3,5 bilhões de anos”, explicou um dos pesquisadores, Clark Friend, em entrevista ao jornal The Guardian.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)