Por selfies, banhistas tiram bebê golfinho da água, que acaba morrendo

Infozona/Reprodução

Um bebê golfinho morreu, provavelmente por desidratação, depois de ser passado de mão em mão para que turistas e banhistas tirassem fotos com seus aparelhos celulares. O caso ocorreu no dia 17 de fevereiro de 2016, na praia de Santa Teresita, no nordeste da província de Buenos Aires, na Argentina. A Fundação Mundo Marinho chegou a enviar equipe de resgate ao local, mas não conseguiram localizar o corpo do animal, que tinha sido atirado na areia, e nem souberam dizer se ele estava ainda com vida quando foi retirado da água. As fotos postadas nas redes sociais por alguns banhistas – bem como as reações deles -, no entanto, sugerem que o animal estaria vivo.

 

Leia também: Vídeo revela momento exato em que golfinho é retirado do mar, na Argentina, e reacende polêmica

Infozona/Reprodução

O golfinho da espécie pontoporia blainvillei, conhecido como Franciscana, ou La Plata, pode chegar a 1 metro e viver até 20 anos e é encontrado na Argentina, no Uruguai e também no Brasil – além disso, ele é listado como vulnerável na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional de Conservação da Natureza. Há apenas cerca de 30 mil unidades da espécie no mundo. De acordo com o Clarín, apenas na Argentina, de 500 a 800 golfinhos do gênero morrem todos os anos no país, presos em redes de pesca.

Por selfies, banhistas tiram bebê golfinho da água, que acaba morrendoEntenda: http://diariode.pe/brv7

Publicado por CuriosaMente em Quarta, 17 de fevereiro de 2016

Infozona/Reprodução

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)