Pesquisa classifica tipos de término de relacionamentos por nível de dor

Pixabay/Reprodução

Um estudo da Cornell University, nos Estados Unidos, revelou qual é o tipo de término de relacionamento mais doloroso. Os cientistas descobriram que o pior é ser trocado por outra pessoa, pois isso gera uma espécie de comparação entre a pessoa rejeitada e o novo interesse romântico. “Rejeições como essa causam um aumento no sentimento de exclusão e diminuem a sensação de pertencimento”, de acordo com o artigo publicado pela revista da Sociedade de Personalidade e Psicologia Social.

A pesquisa envolveu 600 pessoas, que participaram de quatro experimentos diferentes. O primeiro envolveu duas mulheres que estavam trabalhando secretamente com os cientistas e um homem que não estava. Para saber como o homem se sentia em relação a rejeição, os pesquisadores deram a uma das mulheres a opção de trabalhar com a outra mulher, com o homem ou sozinha. Em todos os cenários, ela nunca escolheu se juntar ao homem.

Os outros experimentos envolveram grupos maiores e as pessoas tinham que falar sobre um momento da vida em que se sentiram rejeitados. Os dois estudos revelaram que as pessoas sentem mais que foram excluídas de algo quando veem outra pessoa ser escolhida no seu lugar. Outra observação é que se a pessoa rejeitada não soubesse o motivo por trás da escolha de alguém, ela se sentia desesperada em busca de uma explicação, mesmo que isso envolvesse muita dor. Caso não houvesse uma explicação clara, as pessoas assumiam que a decisão envolveu outro interesse romântico.

Para evitar estresse e desconforto, os pesquisadores aconselharam que, ao terminar com alguém, o motivo fosse deixado muito claro, especialmente se não envolvesse uma outra pessoa. Na finalização do estudo, os participantes receberam conselhos sobre como lidar com términos e rejeições, caso o motivo seja um novo interesse amoroso “referências ao novo amor devem ser mínimas”.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)