Com as mãos e munidos de fronhas, caçadores capturam 106 pítons, na Flórida

Foto: monizmoments

Quase mil caçadores munidos apenas com fronhas – e a força das mãos – conseguiram capturar 106 cobras da espécie píton birmanesas, nos Everglades, na Flórida. Um dos animais capturados media, aproximadamente, 4,5 metros de comprimento. A ação faz parte do Desafio de Pítons 2016 (2016 Python Challenge), que tem como objetivo capturar as serpentes que não fazem parte do ecossistema nativo da região de pântanos, de forma a proteger as espécies raras da fauna local.

O desafio possui até mesmo prêmios em dinheiro, que reconhece o trabalho realizado ao longo de um mês, entre janeiro e fevereiro.

Here's the video footage of today's catch. Sorry it's poor quality, somewhere during the upload it must have gotten over-compressed.

Publicado por Daniel Eugene Moniz em Domingo, 14 de fevereiro de 2016

Daniel Moniz, 22, de Brick Township, foi o vencedor na categoria individual. Sozinho, ele conseguiu capturar 13 cobras, entre elas, a maior da categoria, com quatro metros. Em entrevista ao Huffington Post, ele afirmou ter capturado outras cobras menores, mas venenosas, o que fazia delas tão perigosas quanto a grande que conseguiu capturar. Além disso, confessou que seu maior medo não era dos animais e, sim, de assustar sua mãe: “Eu nunca senti medo enquanto caçava cobras. O meu maior medo era assustar a minha mãe com as fotos do meu rosto ensanguentado”, disse.

Algumas fotos mostram o jovem após o ataque de um dos animais, que conseguiu mordê-lo no rosto, pescoço e braço até ser afastado. Sem grandes danos, Daniel nem procurou ajuda médica.

Foto: monizmoments

Em seu blog, ele relatou como foram os momentos de luta vividos com o animal. A competição começou no dia 16 de janeiro de 2016 e foi até 14 de fevereiro de 2016. Nela, os participantes eram obrigados a identificar, localizar e capturar humanamente os animais. Ao todo, 106 cobras foram capturas e entregues a equipe do desafio, que teriam que realocá-las para um habitat em que elas fizessem parte do ecossistema natural.

Foto: monizmoments

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)