No aniversário do cinema, 16 filmes para apreciá-lo em 2016

A primeira sessão de cinema da história foi realizada em Paris, em 28 de dezembro de 1895. Os irmãos Lumière projetaram, para cerca de 40 pessoas, dez pequenos “documentários”, com alguns minutos de duração cada um – um deles, inclusive, chegou a dizer que aquela era uma invenção sem “futuro”. Os vídeos registravam momentos do cotidiano francês: a saída dos operários de uma fábrica, a chegada de trens à estação.

Hoje, 120 anos depois, os filmes aumentaram em duração e passaram por revoluções tecnológicas e narrativas, indo além das telas de cinema. Tanto que a última grande (r)evolução do cinema é justamente a popularização do streaming a baixo custo, levando definitivamente o cinema para a casa da população. Apesar de uma projeção em uma sala de cinema ainda ser a melhor forma de experienciar a arte, filmes dos mais variados tipos estão disponíveis na televisão, em computadores, tablets, e até celulares. Pensando nisso, separamos 16 filmes imperdíveis dos quais você pode nunca ter ouvido falar ­ e o melhor, estão todos disponíveis no Netflix.

Kramer vs Kramer (1979)

O drama sobre uma mãe que abandona o marido e o filho alçou a jovem Meryl Streep à fama e a rendeu seu primeiro Oscar.

Os 7 suspeitos (1985)

Neste clássico da comédia americana, seis pessoas são convidadas para jantar em uma mansão e precisam ajudar os empregados a solucionar um assassinato.

A princesa prometida (1987)

Este clássico cult mistura comédia, drama e aventura na história de um fazendeiro que precisa resgatar uma princesa das mãos de príncipe maligno. Dirigido por Rob Reiner, conta com uma jovem Claire Underwood (Robin Wright) no elenco.

Seven – Os sete pecados capitais (1995)

O chocante thriller psicológico dirigido por David Fincher conta com Brad Pitt e Morgan Freeman no papel de detetives à procura de um serial killer que tem como motivação os sete pecados capitais.

Fargo (1996)

Um dos mais aclamados longas dos irmãos Coen, Fargo é um thriller de humor negro que segue uma policial de Minnesota enquanto ela investiga uma série de assassinatos causados por um vendedor de carros desastrado. Em 2014, o canal televisivo FX produziu uma série baseada no filme.

Amnésia (2000)

Classificado como um dos melhores da década de 2000, o filme, dirigido por Christopher Nolan, conta a história de um homem com perda de memória recente que decide encontrar os assassinos de sua esposa.

Os excêntricos Tenembaums (2001)

Esta comédia de Wes Anderson conta a história de uma família que se reúne novamente após 22 anos, a pedido do pai, que está doente.

Oldboy (2003)

O thriller sul-coreano tem um dos finais mais chocantes do cinema. No filme, o empresário Oh Dae-su é capturado e mantido preso em um quarto de hotel por 15 anos, sem saber o motivo. Quando é solto, decide procurar os responsáveis pelo seu confinamento.

A vida dos outros (2006)

O drama alemão, Oscar de melhor filme estrangeiro, se passa antes da queda do Muro de Berlim, quando a polícia secreta da Alemanha Oriental monitorava a população. Um detetive se envolve na vida do casal que investiga.

O segredo dos seus olhos (2009)

O longa argentino sobre um detetive aposentado que decide escrever um livro sobre o único caso que nunca conseguiu resolver foi o segundo filme latino-americano da história a ganhar um Oscar de melhor filme estrangeiro.

Eu matei a minha mãe (2009)

Vencedor de três prêmios em Cannes, o filme de estreia do diretor Xavier Dolan é um drama sobre a relação de amor e ódio de um jovem homossexual com sua mãe.

Até a eternidade (2010)

Neste drama francês, um grupo de amigos decide sair de férias enquanto um deles está no hospital, se recuperando de um grave acidente.

A pele que habito (2011)

Um cirurgião plástico inventa uma pele sintética resistente a qualquer dano. Mas ele precisa de alguém em quem testá-la. Pedro Almodóvar é o responsável por este thriller psicológico, com Antonio Banderas no papel principal.

Deus da carnificina (2011)

Dois casais se reúnem para falar sobre seus filhos, que se envolveram em uma briga na escola, neste drama dirigido por Roman Polanski.

Os amantes passageiros (2013)

Um dos filmes menos conhecidos de Almodóvar, o longa sobre uma viagem de avião que dá errado não deixa de ser um filme importante na carreira do diretor.

O que nós fizemos no nosso feriado (2014)

Um casal recém-separado precisa fingir ainda estar junto para sair de férias com os três filhos nesta comédia dramática britânica.

Maria Eduarda Melo

Maria Eduarda Melo

Repórter

Eduarda é estudante de jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco. Atua nas redes sociais do jornal, mas é viciada em cinema (e Netflix), daí a pauta.

Comentário(s)

Comentário(s)