Mãe aos 72 anos, indiana diz não aguentar dor no corpo

Next News/Youtube

A indiana Daljinder Kaur teve seu primeiro filho em 2016, aos 72 anos. Moradora da cidade de Punjab, norte da Índia, ela admitiu que o parto causou sérios problemas em sua saúde, criando uma dupla jornada para a mãe entre cuidar de sua saúde e cuidar de seu filho. Ela vem sofrendo problemas de pressão sanguínea, além de fadiga constante desde que teve o filho, após 46 anos de casamento com Mohinder Singh Gill, de 80 anos. A criança, o pequeno Armaan, prestes a completar um ano, foi gerada por fertilização in vitro, depois de várias tentativas falhas do casal em gerar descendentes.

“Ele continua abaixo do peso, bem magro. Até mesmo as fraldas para a idade dele não cabem”, declarou Daljinder ao jornal britânico Daily Mail. Ela acredita que isso aconteceu por possivelmente não estar alimentando Armaan corretamente. O bebê teve sua amamentação interrompida aos três meses, pois o leite materno da mãe não estava se desenvolvendo bem. “Desde que ele começou a engatinhar, as coisas vêm sendo mais difíceis do que pensei”, afirmou ela.

Daljinder ainda diz sentir-se exausta facilmente por causa da idade, só conseguindo descansar quando a criança dorme. Ela disse ficar frequentemente doente, assim como o marido. Porém, a mãe afirma não se arrepender em trazer a criança ao mundo. “Não importa onde eu esteja, ele vem sempre rastejando para mim, eu o amo. Ele é uma criança amigável e sorri para todo mundo”, afirmou a indiana. Daljinder está com 73 anos em 2017 e pretende passar o primeiro aniversário de Armaan em um templo religioso.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)