Homem usa BMW blindada para salvar 70 pessoas de ataques

Ako Abdulrahman/Arquivo Pessoal/CNN

Um iraquiano de 32 anos chamou a atenção do mundo ao ser identificado como o condutor de um veículo blindado que fazia resgates de mortos e feridos durante ataques do Estado Islâmico na cidade de Kirkuk, no Iraque. Ako Abdulrahman adquiriu um BMW blindado, modelo dos anos 1990, em um leilão a 10 mil dólares (cerca de R$ 33 mil) e usou o carro para resgatar civis durante uma série de ataques à região – que deixou 150 mortos.

“Eu disse a mim mesmo ‘esse é o momento certo para ajudar as pessoas. Eu sou um lutador, tenho um carro a prova de balas, vai ser uma vergonha se eu não ajudar’. E eu dizia sempre ‘meu povo está em perigo. Minha cidade está em perigo'”, contou o pai de quatro filhos à CNN.

De acordo com ele, muitos civis e agentes de segurança eram localizados no chão, tentando se proteger dos atiradores do Estado Islâmico e de balas perdidas de tiroteios sempre verificados na região. Ao todo, diz ter conduzido cerca de 70 pessoas até um lugar seguro.

“Meu carro levou sunitas, xiitas, curdos, turcos e cristãos. Senti que eu sou iraquiano de verdade e isso é o que todos deveriam sentir. Meu carro foi atingido por mais de 50 tiros. Eles continuaram atirando, na tentativa de penetrar o carro e conseguir matar a mim e às pessoas que eu carregava”, afirmou.

A administração de Kirkuk reconheceu o esforço do iraquiano com uma recompensa simbólica em dinheiro, rejeitado por ele, e a própria BMW ofereceu uma troca do veículo cravejado de balas, que ficaria em exposição na Alemanha, por um novo, o que também foi negado. “Não sou herói. Sou apenas um iraquiano comum que quer livrar seu países de criminosos e assassinos”.

Ako Abdulrahman/Arquivo Pessoal/CNN

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)