Homem é acusado de estupro após transar sem camisinha

Jaqueline Maia / DP / DA Press

Um francês de 47 anos foi preso por estupro após ter feito sexo sem camisinha com uma mulher que tinha conhecido no Tinder. A vítima, não identificada, disse só ter percebido que o rapaz não usava preservativos no final do ato e alegou que ele se recusou a fazer exames para detectar doenças sexualmente transmissíveis. Por quatro meses ela precisou tomar coquetéis para evitar a AIDS e esperar os resultados de exames, período pelo qual o rapaz sumiu.

Na corte, o suspeito alegou que a camisinha utilizada por ele teria rasgado logo no começo da relação. O juiz entendeu a situação como sexo forçado sem camisinha e em primeira instância condenou o homem a 12 meses de sentença de suspensão. Durante esse ano, o rapaz não poderá ter nenhuma outra ocorrência de crime, ou será preso. “Esta é a primeira vez que uma decisão do tipo é feita na Suíça, mas o réu ainda pode apelar”, afirmou Baptiste Viredaz, advogado da vítima, em entrevista ao jornal francês La Liberté.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)