Família reencontra cão nove meses após ele ser roubado

Edgar e Franciele Abreu (Arquivo Pessoal/Reprodução)

Em julho de 2016, a família Abreu teve sua casa invadida por assaltantes. Além dos aparelhos eletrônicos, algo de valor inestimável também havia sido roubado: Edgar, o bicho de estimação da família, um cãozinho da raça pug. Mas após nove meses de busca constante, a história teve um final feliz, quando a família Abreu se reencontrou com seu integrante perdido de quatro patas.

Ao G1, Franciele Abreu, a mãe, afirmou que eles logo registraram um boletim de ocorrência do roubo e começaram a divulgar a foto de Edgar pelas redes sociais, sempre com a esperança de reencontrá-lo. Nem mesmo a chegada de um novo mascote, um shin-tzu chamado Cadu, fez com que Franciele esquecesse Edgar.

Foi então que os Abreu receberam uma mensagem anônima, no dia 28 de abril de 2017, informando que Edgar teria sido visto em uma casa na vila de Ana Rech, no interior de Caxias do Sul. Eles logo acionaram a Polícia Civil, que conseguiu um mandado de busca cumprido no dia 2 de maio. O cãozinho estava de posse de um casal, que afirma ter recebido Edgar como presente de um tio – mas eles ainda serão ouvidos para constatar a veracidade da história.

Franciele afirmou que reconheceu Edgar imediatamente. “Era impossível não ver que era ele, com as patinhas branquinhas. Foi muito emocionante”, afirmou. A alegria do reencontro foi recíproca, com o pequeno pug correndo em direção à sua verdadeira dona assim que a viu. E agora, a família Abreu está completa uma vez mais.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)