Esqueleto de peixe-boi com 6m é encontrado em ilha

The Siberian Times / Reprodução

A ossada de um peixe boi gigante foi encontrada por pesquisadores em uma ilha remota do estreito de Bering, entre Rússia e Alasca. A princípio, os moradores acharam que o esqueleto era uma cerca, mas logo agentes de preservação ambiental perceberam que representava partes do “Steller Sea Cow”, espécie com cerca de 6 metros hoje extinta. Uma escavação de mais de 70 centímetros revelou a ossada completa, com 45 vértebras, 27 costelas (algumas, com mais de 50 centímetros) e outros ossos, mas sem cabeça.

O animal, quase três vezes maior do que a média atual de peixes boi, viveu na região no século 18. Como era amigável, a espécie se aproximava de humanos e virava presa fácil, sendo registrado centenas de vezes por exploradores árticos. O processo para retirada da ossada do local foi feito por 8 pessoas e durou mais de 8 horas, de acordo com o jornal russo The Siberian Times. “Esses achados não só iluminam o passado da nossa história, como nos dão pistas para salvar o mundo”, comentou um dos internautas. Agora, os cientistas buscam registros de DNA capazes de desenvolver pesquisas e, quem sabe até mesmo tentar trazê-lo de volta à natureza.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)