Com 98 anos, mãe se muda para mesmo asilo que o filho para cuidar dele

Jason Roberts / Liverpool Echo

Apaixonada pelas crias, a britânica Ada Keating, de 98 anos, decidiu se mudar para o mesmo asilo ao qual o filho mais velho foi enviado quando não tinha mais condições de viver sozinho. Com 80 anos, Tom era o único menino da família e nunca se casou ou se mudou para longe, compartilhando uma vida de apego com a mãe. Apesar de não sofrer de nenhuma doença grave, a idade fez com que os movimentos do corpo dele ficassem debilitado. Assim, o idoso foi encaminhado para a Casa de Cuidados de Moss View, em Liverpool, mas passou quase um ano de dias solitários até que Ada decidiu viver no mesmo lugar que ele. “Fiquei muito feliz de ver minha mãe com mais frequência já que ela mora aqui agora”, afirmou o filho em entrevista ao jornal britânico Liverpool Echo.

Para a família, a garantia de que os dois serão cuidados o tempo inteiro por pessoas responsáveis e, além disso, terão a companhia um do outro, é um alívio. Outros familiares e funcionários do asilo garantem que eles dois são inseparáveis. “Eu digo boa noite para ele todas as noites e bom dia todos os dias. Digo para ele descer para tomar café da manhã, se eu saio para o salão de beleza ele procura por mim e quer saber a hora que volto”, explicou a mãe em entrevista.

Ada, uma ex-enfermeira em um hospital da região, teve três filhas depois de Tom, uma delas morreu com apenas 13 anos. A história, compartilhada pelo jornal local, tocou internautas de todo o mundo. “Eu tenho 43 anos e perdi toda a minha família para o câncer. Sempre quis que eles estivessem compartilhando uma vida assim comigo. Me faz feliz ler uma história assim”, afirmou um dos internautas em comentário. A expectativa dos funcionários do asilo é de que eles vivam o resto da vida lado a lado, em um caso raro e emocionante.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)