CIA libera documentos secretos dos EUA online

Tombud / Creative Commons

A agência de inteligência dos Estados Unidos, CIA, liberou 13 milhões de documentos secretos na internet. De acordo com informações da BBC, os documentos foram liberados após pressão de pessoas que defendem leis de liberdade de informação. Elas moveram um processo contra a CIA, que decidiu liberar os arquivos.

Entre os documentos liberados estão pesquisas, relatos de pessoas que avistaram óvnis e experiências psíquicas voltadas para detecção de “poderes” psíquicos e percepções extrassensoriais, em outras palavras, pessoas com superpoderes. Os 800 mil arquivos podem ser acessados, em inglês, neste link.

CIA/Reprodução
Entre os documentos estão testes feitos com Uri Geller, ilusionista, autoproclamado paranormal que realizava coisas como entortar colheres. Os testes realizados, porém, mostram tentativas relativamente bem-sucedidas de Geller em copiar desenhos feitos por pesquisadores em outras salas. A CIA considerou Geller como uma pessoa com “habilidade perceptiva paranormal convincente e sem ambiguidade”.

Outros documentos mostram ainda recibos de compra de tintas invisíveis, que seriam utilizadas pelos EUA. Os documentos liberados online já podiam ser acessados, porém, de forma extremamente difícil, em apenas quatro computadores localizados nos fundos da biblioteca dos Arquivos Nacionais dos EUA, em Maryland. Somente em um intervalo de 7h30 diárias.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)