Caruaru e São Caetano registram quase 1 mil tremores em 15 dias

Entre os dias 23 de fevereiro e 9 de março de 2016, os municípios de Caruaru e São Caetano já registraram 920 abalos sísmicos e outros 30 são projetados até o final do dia 10 de março. Dentre os registros, houve o tremor de 3,3 graus na escala Richter, no dia 3 de março, e mais vinte eventos acima dos 2 graus – quando os tremores já podem ser sentidos pela população. De acordo com a Defesa Civil de São Caetano, não houve nenhum tipo de dano à população ou a edificações no perímetro da cidade durante o período.

O geofísico do Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis UFRN) Eduardo Menezes explica que os abalos são consequência de novas falhas tectônicas nas proximidades da estrutura geológica Lineamento Pernambuco. “A terra está em constante movimento. Abaixo dela, rochas estão sendo pressionadas e se movendo. É um processo natural, com períodos de atividade, como agora”.

De acordo com o especialista, desde o dia 5 de março, sete novos sismógrafos fazem a medição dos tremores nas cidades. “Os sismógrafos que tínhamos, pela distância da área em que os tremores ocorriam, eram capazes apenas de contabilizar a quantidade de eventos e suas magnitudes. Esses novos aparelhos permitem que a gente consiga dados como a profundidade e comprimento das falhas”, comemora. O Labsis ainda não sabe precisar o tamanho do comprimento da falha que está provocando os abalos, mas coloca que sua profundidade fica entre 3km e 4,5km.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de São Caetano, Ariberto Soares, a prefeitura está fazendo o acompanhamento da população, a partir de visitas nas casas em que há suspeita de danos. “Recebemos poucos chamados. Quando chegamos aos locais, constatamos que as rachaduras apontadas pelos moradores não eram provenientes dos abalos”, diz. Ariberto comenta ainda que no dia 12 de março, será promovida uma reunião entre diversas secretarias da cidade, que lançarão um cronograma de paletras educacionais para os cidadãos. “Também colocamos o número da prefeitura, o (81) 3736-1156, e o meu próprio, (81) 99784-5664 a serviço da população, caso haja alguma emergência”, completa.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)