Viajar dá mais prazer que casar ou novo emprego, aponta pesquisa

Tookapic/Pexels

Viajar gera mais felicidade que assumir um noivado, casar ou até mesmo ter filhos. É o que sugere pesquisa global envolvendo 17 mil pessoas de 17 países, a partir de questionários respondidos ao Booking.com. Usuários da plataforma afirmam ter mais prazer no planejamento do tempo de descanso do que nos preparativos para noivado, casamento ou mesmo entrar em um novo emprego ou ter um bebê.

 

A preferência em números:

  • Planejar um feriado 77%
  • Planejar o dia do casamento 49%
  • Ir a um encontro 51%
  • Conseguir um novo emprego 50%
  • Noivar 45%
  • Ter um bebê 29%

Além disso, 70% dos internautas afirmaram que experiências associadas a viagens como o ato de arrumar malas, ida a retiros exóticos e hospedagem em pousadas trazem mais felicidade do que coisas materiais. 56% disseram ainda priorizar feriados em detrimento de roupas, jóias e outros acessórios, enquanto 48% preferiam investir em viagens frente a reparos na casa.

“O estudo destaca a correlação significativa entre aproveitar a experiência de realizar reservas (hotéis, passagens, etc) e a felicidade da própria viagem. Isso explica que um dos melhores preditores de férias alegres é o processo de agendamento agradável”, comenta sobre o estudo, o especialista em psicologia positiva da Universidade de Harvard, Shawn Achor. “Os resultados são compatíveis com outra pequisa que fiz, que mostra, por exemplo, que férias bem aproveitadas, sem estresses, resultam em funcionários mais enérgicos na volta ao trabalho em 94% dos casos”.

Ainda em relação a planos e reservas, 35% das pessoas afirmaram dar início às pesquisas com meses de antecedência, dos quais 5% admitiram que fazem os planos mais de um ano antes da data da viagem. Entre o agendamento e a viagem, mais de um terço (39%) admitiu sentir-se feliz ao pensar na viagem uma ou mais vezes ao dia e 80% disse alegrar-se ao olhar mapas e procurar lugares para visitar. Mais da metade (52%) destacou também as compras de roupas para o feriado. Olhar fotos de acomodações atraía 79% do público e 61% afirmaram gostar de ler revisões a respeito delas.

Ainda assim, a fase que antecede a ida ainda não superou a alegria que os participantes afirmaram sentir durante a viagem propriamente dita. Seis em cada dez participantes (62%) destacaram o momento em que saem do trabalho para ir viajar, enquanto 87% disseram que o primeiro dia de viagem e ver a acomodação pela primeira vez são os momentos mais felizes. Outros 70% disseram que a melhor fase é quando eles se sentem em casa no lugar onde estão hospedados. Dois terços (67%) disseram preferir ficar em hotéis, hostels ou casas alugadas, contra 33% que deram preferência a apartamentos ou casas de residentes locais.

Os dados foram coletados entre 9 de setembro e 4 de outubro de 2016, com cerca de mil pessoas entrevistadas por país, todas maiores de 18 anos. No total, foram 17.157 participantes do Brasil, Reino Unido, Alemanha, França, Holanda, Itália, Espanha, Croácia, Rússia, Estados Unidos, Canadá, China, Japão, Índia, Austrália e Nova Zelândia.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)