Tubarão engravida sem a necessidade de um macho

Wikimedia Commons/Reprodução

Após uma análise genética, cientistas descobriram que uma espécie de tubarão consegue gerar filhos sem a necessidade de um parceiro. A espécie tubarão-zebra se auto-engravidou através da partenogênese, forma de reprodução assexuada em que o óvulo se desenvolve em um embrião sem a necessidade da fecundação.

A tubarão Leonie vivia em um aquário com um macho de sua espécie. Após o nascimento de filhotes, o local ficou apertado, obrigando Leonie a se separar do macho. Já alocada em um aquário com uma de sua filhas, Leonie colocou três ovos, que geraram três filhotes saudáveis. Apesar de tubarões conseguirem armazenar espermatozóides por longos períodos, uma análise genética mostrou que a prole é idêntica a mãe, diferente daquela gerada enquanto Leonie vivia com um macho. Foi concluído que os filhos foram gerados apenas pela mãe. O caso é inédito para a espécie.

Para a doutora Christine Dudgeon, autora do artigo publicado na Scientific Reports, a análise da situação da Leonie é bastante importante. “A pesquisa possui grande implicações para a conservação da espécie e nos mostra o quão flexível é a reprodução dos tubarões”, declarou Christine. O evento é uma chance para os biólogos marinhos conhecerem a base evolucionária que permite esse tipo de reprodução.  Esse tipo de reprodução é comum em animais invertebrados e plantas.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)