Professor chama aluno de mau-caráter e mentiroso em recado deixado na prova

Helen Vitória/Arquivo Pessoal

Mal comportado, mal criado, mau-caráter e mentiroso. Foram esses adjetivos que um professor da Escola Aurea Pires Montes de Souza, em Rio Branco, no Acre, escreveu na prova de um dos seus alunos, de 11 anos de idade, para revolta da mãe do garoto.

De acordo com informações do G1, a prova ocorreu no dia 12 de dezembro. Após receber a prova o menino ficou com medo e não mostrou para a mãe. Ao ler, Helen Vitória, mãe do garoto, ficou surpresa pelo conteúdo agressivo. “Achei um absurdo, meu filho nem sai de casa sozinho, ele não é mal criado na rua. Eu que sou mãe nunca chamei meu filho de mau-caráter, então, por que um professor tem direito de fazer isso?”, questionou. Ela ainda ressaltou que mora perto da escola e que, caso o professor tivesse reclamações a fazer, poderiam ser feitas pessoalmente ou por telefone. Quando ouviu do filho que o professor havia escrito algo em sua prova não imaginava que o teor seria tão agressivo. Segundo ela, o menino sequer sabia o que significava “mau-caráter”.

“Na hora que li, procurei a coordenação da escola. A direção me apoiou, disse que era uma falta de ética muito grande professor. Tiraram uma cópia da prova e enviaram para a Secretaria de Educação”, afirmou. De acordo com a mãe, após o ocorrido, o menino está triste e não quer sair de casa para brincar, mesmo estando de férias. “Espero que sejam tomadas as medidas necessárias e que isso não aconteça mais com nenhuma criança”, ressalta. A Secretaria de Educação do Acre afirmou que uma sindicância foi aberta para investigar o caso.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)