Policiais entram em casa errada, matam cachorro de estimação, atiram em morador e depois disparam contra eles mesmos

Timothy Harden, Quhanna Lloyd e Travis Jones atenderam ao chamado. Jones levou um tiro no quadril na confusão. créditos: Georgia Bureau of Investigation.

Investigando um roubo de casas reportado por telefone, três policiais invadiram a residência errada, mataram o cachorro de estimação e atiraram no dono da casa. Confuso, um policial ainda disparou contra outro, que está em estado grave, mas estável, no hospital local.

Os agentes tinham conhecimento de um roubo estava acontecendo no momento e se guiavam por uma descrição da casa porque não tinham o endereço da ocorrência. Avistaram uma residência parecida com a que buscavam e tentaram contatar os moradores, sem sucesso. A família, formada por um casal e uma criança, estava assistindo televisão e não ouviram os chamados. Os policiais entraram pela porta dos fundos, encontrando um cão barulhento que tentava proteger a casa. Decidiram abrir fogo contra o animal, que morreu na hora. Quando foi tentar descobrir o que acontecia na cozinha, o morador Chris McKinley apareceu na porta e assustou os policiais, que efetuaram um disparo, atingindo-o na perna.

Cão dos McKinley morreu na ocorrência. créditos: facebok.
Chris McKinley e a esposa. créditos: facebook.

“Eles atiraram em mim! E mataram meu cachorro!”, gritava McKinley tentando sair de casa. O vizinho Tama Colson passava no momento, tirou a camisa e fez uma espécie de torniquete na vítima. “Ele estava sangrando muito e só se perguntava porque mataram o cachorro dele”, contou Colson ao The Free Thought Project. De acordo com o jornal americano The New York Daily, o caso está sendo avaliado pelo Georgia Bureau of Investigation (GBI). O trabalho inicial já mostra que não houve ação criminosa no local. O GBI ainda está tentando entender como um policial atirou em outro no local. Os três policiais foram transferidos para exercer trabalhos administrativos depois do incidente.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)