Descoberto maior dinossauro do Brasil

Museu de Ciências da Terra/Divulgação

O maior dinossauro brasileiro teve sua descoberta anunciada, nesta quarta-feira, 5 de outubro, no Rio de Janeiro. O Austroposeidon magnificus, com 25 metros de comprimento, teve fósseis encontrados na década de 1950, na cidade paulista de Presidente Prudente, pelo paleontólogo Llewellyn Ivor Price. Desde então, ao longo de mais de cinco décadas o fóssil foi estudado até o anúncio realizado no Museu de Ciências da Terra, no Rio. No local, estará disponível a partir de 6 de outubro, um dos membros do dinossauro em tamanho natural.

 

Museu de Ciências da Terra/Divulgação

Os cientistas concluíram que a espécie se tratava da maior já encontrada no Brasil por meio da análise de vértebras do pescoço, da coluna vertebral e de um dos membros do dinossauro. De acordo com informações do UOL, com base em projeções anatômicas, com relação ao comprimento do animal, com base nos fósseis encontrados, foi determinado que o Austroposeidon Magnificus pertence ao grupo dos titanossauros.

Desse grupo, fazem parte animais herbívoros, com corpo de grande porte e com pescoço e cauda longos. Outro ponto característico desses animais eram os crânios consideravelmente menores, na comparação com outras partes do corpo. Antes do Autroposeidon magnificus, o maior dinossauro brasileiro era o Maxakalisauros topaia, com comprimento de 13 metros.

Recentemente, um “dinossauro nordestino” teve a sua descoberta anunciada por cientistas da Universidade Federal de Pernambuco. O “Titã de Souza” (Souzatitan), nome provisório até que o nome científico seja escolhido era um herbívoro que teria vivido no período cretáceo. O seu comprimento não chega nem perto do Autroposeidon, já que contava com 5,7 metros de comprimento.

 

Colecionadores de ossos/Youtube

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)