O que você deve saber sobre a superlua de 14 de novembro

Pixabay.com/Reprodução

Em 14 de novembro de 2016, entre 17h34 e 4h46, os recifenses poderão testemunhar a maior “superlua” desde 1948. E quem perder essa chance, só poderá ter a oportunidade de ver novamente uma lua com o mesmo tamanho e brilho no ano de 2034.

Nesta data, a lua estará em seu perigeu, ou seja, o momento em que fica mais próxima à Terra. Por conta do movimento oval de sua órbita, nesses momentos, ela se aproxima 48 mil quilômetros da Terra. Por isso, o satélite natural do nosso planeta ficará 14% maior e 30% mais brilhante visto daqui. O momento é definido como um dos eventos astronômicos mais esperados deste século.

Em 2016, já houve “superlua” no dia 16 de outubro e haverá novamente em 14 de dezembro, mas não com a mesma intensidade da do próximo 14 de novembro, que só será repetida daqui a 18 anos. A maior “superlua” do século está distante, mas já tem data marcada: 6 de dezembro de 2052. O fenômeno é impactante, mas não chega a ser tão raro. As superluas ocorrem durante a lua cheia ao longo de três meses consecutivos, após intervalos de 15 meses, o que significa que o ano de 2017 não terá oportunidades de observação do espetáculo natural.

Quem quiser observar o fenômeno e receber informações de especialistas pode comparecer ao evento organizado pela Sociedade Astronômica do Recife. A partir das 18h, da segunda-feira (14), eles estarão na Estação Ecoturística do Cais do Imperador para instruir as pessoas que quiserem acompanhar a superlua.

No simulador abaixo, você pode definir o seu local de observação para determinar as condições meteorológicas em relação a chuva, vento, temperatura e mais. Confira:

Entre os locais para observar a lua no Recife estão o evento “Superlua da #Ocupação“, que terá telescópios disponíveis a partir das 18h, em frente ao prédio do CEGOE, na Universidade Federal Rural de Pernambuco – entrada será um kg de alimento ou produtos de limpeza e de higiene pessoal; o “Encontrão Solidário Vértice“, que envolve jogos de vôlei, cabo de guerra, slackline, entre outros, em frente à Padaria, na Praia de Boa Viagem, com entrada também de 1kg de alimento não perecível; e o “Superlua Mística“, com atividades de astrologia, tarot e a maior canga do mundo, do Museu do Tubarão, às 18h30, em frente ao Edifício Jacarandá, na Avenida Boa Viagem.

 

Confira a superlua de 16 de outubro de 2016 e sabia o que esperar para a próxima:

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)