Nordeste terá visão privilegiada de chuva de meteoro Leonídeos esta noite

Fillthewell/Reprodução

Na madrugada desta sexta-feira, dia 17 de novembro, o céu será tomado por uma chuva de meteoros Leonídeos. A vista se parecerá, na verdade, com uma série de quedas de estrelas cadentes e os moradores das Regiões Norte e Nordeste terão a vista mais privilegiada no horário de pico, às 3h.

Segundo o astrônomo e professor do Centro Universitário FEI, Cássio Barbosa, a visibilidade nesse horário no Norte e Nordeste deve ser de até dez meteoros por hora. Já no Sudeste, sete; e no Sul, quatro. Esse evento espacial é o penúltimo do ano e começou na primeira quinzena de novembro. Só que somente nesta sexta é que ficará mais visível. E, vale ressaltar, não oferecerá nenhum risco ao planeta Terra.

O fenômeno acontece sempre que um cometa se aproxima do Sol e se desintegra. Quando a Terra passa pelo caminho, os rastros dos seus destroços entram em combustão ao atravessar a atmosfera. “É isso que forma as chuvas de meteoros, popularmente conhecidas como estrelas cadentes”, explicou o professor Barbosa em entrevista ao UOL. No caso dos meteoros Leonídeos, o causador é o cometa Tempel-Tuttle que completa uma volta no Sol a cada 33 anos.

Para assistir, o especialista recomenda apenas que a pessoa se deite em um local escuro – de preferência longe das luzes das grandes cidades. Dessa forma, o campo de visão será ampliado e terá as melhores condições para não ofuscar os efeitos luminosos dos meteoros. Outra sugestão é que o olhar do espectador se volte para a direção leste (onde nasce o Sol).

Em dezembro, haverá o último fenômeno visível a olho nu do ano. Trata-se de uma nova chuva de meteoros – dessa vez, os Geminídeos.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)