Nasa cria laboratório com local mais frio do universo

Nasa/Divulgação

Em uma pequena caixa enviada à Estação Espacial Internacional (EEI) pela Nasa, pretende-se gerar o ponto mais frio do universo. O projeto chama-se The Cold Atom Laboratory (O laboratório do átomo gelado, em tradução livre) e deve ser lançado em agosto de 2017 na missão SpaceX CRS-12. O pequeno laboratório é equipado com lasers, sucção a vácuo, uma câmara e um cortador eletromagnético, com capacidade de cancelar a energia que sai de partículas gasosas, congelando átomos. Esses átomos congelados atingem temperaturas extremamente próximas do zero absoluto (0 Kelvin ou 273,15 ºC), a temperatura mais baixa da física clássica.

Os átomos congelados deverão se encontrar em um formato chamado Condensado de Bose-Einstein, em que a matéria se encontra em um estado superfluido. “Estudar esse átomos hiper-congelados pode remodelar nosso entendimento sobre a matéria e a natureza fundamental da gravidade”, apontou Robert Thompson, cientista envolvido no projeto, para o jornal britânico Daily Mail.

As condições de microgravidade da estação espacial permitirão que esses átomos possam ser observados por entre cinco e dez segundos. Nas condições da Terra, a observação só poderia durar frações de segundos. O experimento pretende jogar luz sobre assuntos como energia escura, matéria, transferência da energia e outras forças do universo.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)