Moradores filmam raios em diferentes partes da Região Metropolitana do Recife

Peu Ricardo/DP

Em dia de chuvas fortes na Região Metropolitana do Recife, moradores fizeram registros tanto de granizo em cinco cidades de Pernambuco quanto de raios durante o temporal causado pelo Vórtice de Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que segue do Oceano Atlântico em direção ao Sertão pernambucano. No Alto Nova Olinda, em Olinda, o usuário Bebeto Smith registrou o momento exato em que raios cruzam os céus, assustando a população. Em Catuama, no município de Goiana, Ayrton Leal também conseguiu flagrar quando um deles cruzava o céu, em formato diferente do que comumente se imagina.

Chuvas fortes seguem para o Sertão, onde já choveu até 6x mais que média histórica de janeiro
Moradores filmam granizo em pelo menos 5 cidades do Agreste e Sertão de Pernambuco

Já no Recife, foram as vezes dos leitores Pedro de Paula, registrar rapidamente o momento em que a descarga elétrica ilumina as nuvens da UR-7, na Várzea, na tarde da sexta-feira, 29 de janeiro, Bárbara Brandão, que, do alto de um prédio no Ilha do Leite, registrou as descargas elétricas no céu do Recife no início da noite, bem como Lorena Aquino, que registrou um relâmpago impressionante, também à noite, desta vez no bairro do Parnamirim.

Um dos registros mais impressionantes foi feito por Leonardo Teixeira e Felipe Dantas e divulgado no Instagram:

 

Espinheiro

Parnamirim

Várzea

 Pina

Casa Amarela

Ilha do Leite

Alto Nova Olinda

Catuama

Centro, por Jason Almeida

 Boa Viagem

Boa Viagem

Espinheiro

Madalena

Candeias

Boa Viagem

Ibura

No Recife, também há registros de grandes ventanias, que pôs medo nos moradores, por conta da rápida mudança de clima, num dia que começou bastante ensolarado. Na Prefeitura do Recife, há registro de queda parcial de árvores e, do alto de sua sede, é possível ver a força do vento e os efeitos na água.

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima, o tempo chuvoso deve permanecer durante as próximas 24h, quando o VCAN se desloca de leste para Oeste, o que significa, também, que as fortes chuvas devem se deslocar para o Sertão, até ser, enfim, dissipado.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)