Menino tem dedos e pernas amputadas por erro médico

Sky News/Reprodução

Reuben Harvey-Smith, de apenas três anos, teve sete dedos e as duas pernas amputados graças a um erro de diagnóstico, após um acidente com um ferro de passar. O garoto sofreu uma queimadura e foi levado a um hospital público de Ipswich, na Inglaterra, onde foi atendido.

Dois dias depois, com um quadro de febre alta e dor de garganta, foi diagnosticado com amigdalite, uma inflamação na amígdala, e recebeu alta apenas com a prescrição de antibióticos. No dia seguinte, sem mudanças no quadro, o garoto foi levado ao Chelsea and Westminster Hospital, onde o diagnóstico de choque tóxico foi realizado – uma infecção causada por bactérias que lançam toxinas venenosas no sangue do paciente e pode levar à morte.

Por conta do diagnóstico tardio, o quadro de infecção ficou tão grave que os membros precisaram ser amputados. “Os pés ruins já foram. Agora podem trazer os novos”, disse o garoto à mãe, Lou Harvey-Smith, segundo o jornal britânico The Sun.

Processado pela família da criança, o hospital admitiu que o quadro de choque tóxico era uma possibilidade significativa e que a amputação seria evitada, caso o diagnóstico fosse realizado com mais rapidez. As primeiras próteses e o acompanhamento será custeado pela unidade de saúde, que realizou um primeiro pagamento de 50 mil libras (o equivalente a R$ 210 mil) em favor da criança.

“Ele aceita tudo e segue em frente. Não fica frustado. Eu tento não gastar a energia ficando com raiva, porque, no final das contas, ainda tenho meu filho, mas tenho que me certificar de não deixar que isso aconteça com mais ninguém”, disse à mãe ao jornal.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)