Menina pode ser primeira mulher a ter síndrome do “homem-árvore”

Haberiyakala/Reprodução

Verrugas aparentando galhos de árvore começaram a aparecer no rosto de Sahana Khatun, menina de 10 anos que mora em uma vila em Bangladesh. Ao perceber que as verrugas estavam se espalhando pelo rosto da menina, o pai a levou para a capital do país para que ela fosse examinada. Os doutores temem que Sahana seja a primeira pessoa do sexo feminino a contrair a síndrome do “homem-árvore”.

Caso o diagnóstico se confirme , Sahana vai se tornar mais uma em grupo mundial muito pequeno com epidermodysplasia verruciformis. É uma doença genética rara que produz escamas com aparência de casca de árvore que afeta principalmente os pés e as mãos.

Pouquíssimas pessoas – todas homens – tem essa doença. Para alguns, é incapacitante; um homem não consegue tocar na esposa e em seu filho há 10 anos. Abul Bajandar foi a primeira pessoa de Bangladesh a ser diagnosticado com a doença; suas mãos foram consumidas por verrugas que pessavam 5kg, além de sofrer com verrugas que surgiram nas suas pernas. Com apenas 27 anos, ele já passou por 16 cirurgias diferentes no hospital de Dhaka para que ele pudesse usar suas mãos novamente. De acordo com a BBC, os médicos disseram que Abul vai sair da enfermaria em breve e que estão realizando testes para saber se Sahana tem a mesma síndrome. Eles tem esperança de que o caso de Sahana não é tão grave e que ela irá se recuperar mais rapidamente.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)