Mãe vende filha a estuprador por uma garrafa de vodka

framepool.com/reprodução

Uma mãe vendeu a filha de dez anos, por uma garrafa de vodka e pouco mais de 100 rublos (equivalente a R$ 5,52), para ser estuprada. Como se não bastasse isso, a mulher ainda assistiu enquanto a filha era abusada pelo homem que a comprou. O caso ocorreu na cidade de Vyazemsky, na Rússia. De acordo com informações do tabloide britânico The Sun, o homem teria “comprado” a menina e ouvido da mãe que poderia fazer “o que quisesse” com a garota.

O “comprador” de 23 anos foi preso e a menina foi levada ao hospital. O crime só foi descoberto por conta de uma pessoa que encontrou a criança chorando na rua, com sangue nas pernas após o ataque. Apesar do trauma, a criança foi capaz de dar um depoimento detalhado aos policiais.

A participação da mãe no crime passou a ser investigada por conta da reação desesperada da criança ao receber a visita da mulher no hospital. Suspeita que acabou, mais tarde, com a confirmação de que a mãe teria assistido ao crime e efetuado a “venda”. Apesar dos testemunhos, o homem nega ter cometido o crime e segue detido aguardando julgamento.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)