Mãe perde guarda do filho por vestí-lo como menina

Etsy / Divulgação

Uma mãe perdeu a guarda do filho de sete anos depois de vesti-lo como uma menina e até mesmo mudar o nome da criança, no Reino Unido. A mulher acreditava que o menino passava por um transtorno de identidade de gênero e se via como uma garota. A investigação policial, porém, entendeu o contrário. A situação virou caso de polícia quando o pai da criança procurou a Justiça preocupado por não ter conseguido mais entrar em contato com o filho. Três anos de conversas com parentes, autoridades locais e psicólogos foram necessários até a decisão de tirar a guarda da mãe.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o juiz responsável pelo caso, Exmo Hayden, afirmou que a atitude da mulher causou um “prejuízo emocional significante” para a criança, que não teve a identidade revelada. “Não há nenhuma evidência de que a criança se identificava como uma garota. As provas encontradas na investigação sugerem o contrário”, afirmou o juiz. Ainda de acordo com ele, depois que o menino foi morar com o pai ele logo mudou seus interesses, passando a acompanhar super-heróis e programas como Power Rangers. “O pai não colocou nenhuma pressão no filho para ele agir dessa forma”, concluiu.

Gostou do conteúdo? Na nossa fanpage tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)