Implante sob a pele poderá auxiliar a prevenir o HIV

Intarcia Therapeutics Inc/Reprodução

Um implante subdérmico poderá modernizar a forma como são feitos os tratamentos de HIV: chamado Sistema de Entrega de Medicamento Medici, o dispositivo promete liberar a profilaxia pré-exposição (PrEP), utilizada para diminuir as chances de contaminação com o vírus para pessoas que têm alto risco de contrai-lo. Ele deverá funcionar por até um ano, após o qual deverá ser substituído.

A iniciativa conta o apoio da Fundação Bill and Melinda Gates, que investiu 140 milhões de dólares (cerca de R$ 457 milhões) no projeto, que está sendo desenvolvido pela empresa farmacêutica Intarcia Therapeutics, em Boston, nos Estados Unidos. O dispositivo deverá ajudar os pacientes a manter a rotina de seus medicamentos sem ter que se preocupar em adquirir as pílulas e lembrar de suas doses todos os dias.

“Atualmente, não há nenhuma vacina contra o HIV e as drogas antirretrovirais (fármacos utilizados no tratamento de infecções por retrovírus) que protegem contra a infecção estão somente disponíveis no formato de uma pílula diária”. disse o diretor da Fundação Bill and Melinda Gates, Emilio Emini, em um comunicado ao jornal norte-americano The Huffington Post. “Esse novo sistema, que pode ser utilizado para entregar drogas antirretrovirais de ação prolongada têm o potencial para solucionar os desafios atuais de aderência e ajudar mais pessoas a se protegerem da infecção por HIV”.

Ainda segundo Emilio, a inovação poderá ser particularmente útil para a população na África sub-saariana, onde estão algumas das maiores taxas de infecção entre jovens. Além disso, cientistas da Universidade da Califórnia, em São Francisco, nos Estados Unidos, estão buscando desenvolver um implante biodegradável que libera o mesmo medicamento e deve ser substituído a cada 90 dias. O Instituto Científico de Oak Crest, em Monrovia, na Libéria, também tem um projeto com o mesmo propósito. Apesar disso, o implante financiado pela Fundação Gates tem a vantagem de já ter passado por testes clínicos para um sistema semelhante, que entrega medicamentos para pacientes diabéticos.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)