Homem é inocentado de estupro por alegar estar dormindo durante abuso de adolescente

Pixabay / Reprodução

Um sueco foi inocentado da acusação de estupro de uma adolescente após alegar estar dormindo na hora do abuso. A vítima, que acabou engravidando, também confirmou que o homem estava dormindo, mas disse não ter resistido por acreditar que a esposa do abusador, em uma cama próxima a eles na hora do crime, acordaria. Um teste de DNA confirmou a paternidade da criança gerada pela adolescente após o crime e o abusador chegou a passar quatro meses preso, mas foi liberado.

Durante o julgamento, um especialista em distúrbios do sono afirmou que seria extremamente improvável alguém não acordar durante uma relação a não ser que essa pessoa sofresse de sexônia, um tipo de doença rara que faz a pessoa transar enquanto dorme. Mesmo não sendo diagnosticado com essa doença, os juízes acreditaram na apelação do homem e o liberaram com o veredito de que não há provas que ele estava acordado durante o abuso. “Meu cliente está muito aliviado. Desde o primeiro dia, ele alegou inocência”, explicou o advogado do homem em entrevista ao portal sueco Aftonbladet.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)