Grávida se perde por quatro dias na mata e dá à luz sozinha

Rede Amazônica/Reprodução

Uma mulher de 33 anos, grávida de 9 meses, se perdeu por quatro dias na mata e teve que fazer o próprio parto. Ela e o bebê só foram encontrados 12 horas depois do nascimento da criança, na margem de uma cachoeira, ainda com o cordão umbilical. O caso ocorreu numa área rural da cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas.

De acordo com informações do G1, Francisca Souza dos Santos, 33 anos, mãe de dez filhos (o último nascido na mata), disse que foi caminhar e não encontrou mais o caminho de casa. O seu marido, Eurico Feitosa, então procurou por ela, mas só encontrou a esposa depois de quatro dias. “Ela estava sentada em um tronco, na beira da cachoeira. Estava muito fraca porque já tinha perdido muito sangue”, relatou o marido à Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo.

A mulher foi encontrada com dores no corpo, escoriações e picadas de insetos. Ela relatou que, mesmo sem força, conseguiu encontrar água para beber. “Depois que tive ele eu andei, andei e não achei mais o caminho, aí eu agarrei e disse ‘vou ficar aqui mesmo’. Eu não tinha mais como sair, aí me acharam e me trouxeram para o hospital”, disse. A mãe e o bebê apresentam quadro estável.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)