Governo do Japão está preocupado com o alto número de adultos virgens no país

Pixabay.com/Reprodução

Uma das populações mais velhas do mundo, com famílias cada vez menores tem um novo desafio para retomar o crescimento populacional. De acordo com informações do The Independent, reportados originalmente no Japan Times, o governo japonês descobriu por meio de pesquisa que 42% dos homens e 44,2% das mulheres entre 18 e 34 anos são virgens.

Além disso, 70% dos homens não são casados, assim como 60% das mulheres. O estudo realizado pelo Instituto Japonês de População e Segurança Social é realizado a cada cinco anos. Em 2010, os percentuais de homens e mulheres virgens era menor. Com 36,2% para eles e 38,7% para elas.

Um desafio para o governo. O Primeiro Ministro Shinzo Abe já disse que quer aumentar o nível de fertilidade da nação de 1,4 para 1,8 até 2025. Porém, sem sexo, não há aumento de fertilidade. De acordo com o coordenador da pesquisa, Futoshi Ishii, há um problema entre a idealização e a realidade dos parceiros. “Por isso as pessoas casam tarde ou ficam solteiras a vida toda, contribuindo para o baixo número de nascimentos”. A “apatia sexual” do Japão tem como causas apontadas também a insegurança econômica, que faz os jovens terem como prioridades absolutas o trabalho, “esquecendo” a vida sexual e os relacionamentos matrimoniais.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)