Em vídeo, peixe-boi interage com banhistas em Olinda

Iza Mota/Facebook

Um peixe-boi adulto foi visto na orla de Casa Caiada, no município de Olinda, interagindo com banhistas em vídeo divulgado nas redes sociais. O encontro foi registrado na manhã do dia 21 de dezembro de 2016, em frente ao Software Hotel, na área do Hotel Quatro Rodas, a bem poucos metros da faixa de areia. Nas imagens, adultos e crianças acariciam o mamífero e mostram animação na experiência.

Visto mais de 30 mil vezes, o vídeo acabou despertando a preocupação de muitos internautas. “E aí? Voltou para a parte funda ou alguém foi chamado para tirá-lo para nenhum ser perverso fazer algo contra esse pobre animal?”, questionou Line Rocha. Luciana Rameh, por outro lado, tentava ensinar: “Bom seria se as pessoas tivessem consciência do quão prejudicial é essa aproximação deles”.

De fato, os especialistas pedem que os humanos evitem interação com os peixes-bois. Isso porque eles são atraídos pela presença humana e correm riscos grandes de encalhar ou mesmo de serem vítimas de pescadores interessados em seu abate, justamente por serem dóceis. Espécie que sofreu risco de extinção, ela tem a caça proibida e, desde 1980, o governo brasileiro promoveu o Projeto Peixe-boi, do Centro Nacional de Pesquisa, Conservação e Manejo de Mamíferos Aquáticos, que funciona na Ilha de Itamaracá.

Os peixes-bois, também conhecidos como manatins ou vacas-marinhas, podem chegar a quatro metros de comprimento e pesar até 800 kg. Há animais desses que habitam estuários e buscam águas doces, mas também há espécies prioritariamente de águas salgadas.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)