Curso ensina porteiro a desconfiar de amigo de morador gay

Revista Fórum/Reprodução

Um curso de formação de porteiros do Rio de Janeiro tem em sua apostila conteúdo denunciado na internet como potencialmente homofóbico. De acordo com a Revista Fórum, a cartilha, entregue a moradores de um edifício no bairro do Botafogo, diz que os porteiros devem estar atentos aos amigos de moradores gays, pois eles costumam vir “do submundo do crime”.

A cartilha aponta que “o fato de o morador ser homossexual não interessa a ninguém”, porém, destaca cuidados que devem ser tomados com os amigos desses moradores. “É frequente os moradores homossexuais serem vítimas de latrocínios (roubo seguido de morte), assassinatos, roubos, furtos, lesões corporais dolorosas, cujos autores são sempre seus amigos”, diz um trecho da cartilha. “O porteiro nunca poderá subestimar esses indivíduos”, completa a cartilha. A empresa BCF, responsável pelo treinamento, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)