Cientistas planejam contatar extraterrestres até 2018

European Space Agency/Creative Commons

Uma organização de cientistas com base em São Francisco, nos Estados Unidos, planeja enviar sinais via rádio ou laser para planetas distantes no intuito de fazer contato com alienígenas. Esses sinais deverão ser enviados até o final de 2018 a um planeta rochoso que circunda a Proxima Centauri – a estrela mais próxima de nós depois do Sol. Esta é a primeira tentativa em enviar mensagens repetidas e intencionais ao espaço, tendo como alvo as mesmas estrelas por meses ou até mesmo anos. Chamada Messaging Extra Terrestrial Intelligence (algo como “Enviando Mensagens para Inteligências Extraterrestres”), ou METI, a organização foi fundada em 2015, com a missão de conduzir pesquisas científicas e programas educacionais junto ao Search For Extraterrestrial Intelligence (“Busca por Inteligência Extraterrestre”), SETI.

“Nós temos quase nenhuma ideia sobre a possibilidade de alienígenas serem perigosos”, criticou o físico Mark Buchanan, em um artigo no jornal científico Nature. “Se todo mundo que pode enviar uma mensagem decide somente recebê-las, então essa será uma galáxia bem quieta”, contra-argumentou o diretor do departamento de astronomia da Foothill College, Andrew Fraknoi, no jornal norte-americano The Mercury News.

“Se nós queremos começar uma troca no curso de muitas gerações, então nós queremos aprender e compartilhar informações”, acrescentou o presidente da organização, Douglas Vakoch. Em 2018, o METI organizará dois workshops, em Paris, na França, e em Saint Louis, nos Estados Unidos. A equipe deseja começar a levantar o valor de 1 milhão de dólares (cerca de R$ 3,2 milhões), quantia necessária anualmente para montar uma equipe e construir um transmissor em um local remoto.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)