Cientistas encontram forma de controlar ansiedade

amenclinicsphotos ac/Flickr

Uma pesquisa da Universidade da Carolina do Norte descobriu uma forma de controlar a ansiedade: proteínas chamadas receptores de opioides Kappa (KOR na sigla em inglês), que funcionam como “porta” para um neurotransmissor chamado glutamato, relacionado à dor e alterações de humor. O estudo utilizou ratos de laboratório, ativando e desativando as KORs em diferentes situações nas quais os animais foram expostos a variados níveis de estresse.

“Quando os KORs eram desativados, o glutamato era liberado apropriadamente e os ratos apresentavam sinais significativos de se sentirem menos ansiosos”, disse o autor principal do estudo, professor de farmacologia da Universidade, Thomas Kash, à revista científica Science Daily. “Mas quando os opioides eram ativados, essa liberação do neurotransmissor associada à sensação de segurança se encolhia. Havia claros sinais de maior ansiedade. Então, em essência, o KOR desliga um caminho do cérebro que reduz a ansiedade”, esclarece.

Ainda não se sabe, no entanto, se esse mecanismo funciona da mesma forma no cérebro dos humanos. Ainda segundo Kash, diversas empresas farmacêuticas já trabalham no desenvolvimento de antagonistas de KOR para o tratamento de ansiedade e abuso de drogas. O estudo buscará ainda estabelecer o perfil de alguns neurônios para definir novas proteínas a serem alvo no desenvolvimento de novos remédios, além de se aprofundar em estudos de formas de ansiedades que são consideradas patológicas, associadas ao abuso de substâncias como ópio e álcool.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)