Casal forçado a ir a asilos diferentes emociona a web

Casados desde 1954, Wolf Gottschalk, 83 e Anita Gottschalk, 81, foram separados involuntariamente há oito meses e o reencontro dos dois a cada semana emociona familiares e funcionários dos asilos em que se encontram, em Surrey, no Canadá. Por problemas burocráticos, os dois foram submetidos a asilos diferentes e seus familiares realizam o encontro em dias alternados, com medo que Wolf, que sofre de demência, esqueça de Anita, com quem passou os últimos 62 anos.

O apelo foi feito pela neta dos dois, Ashley Kaila, no Facebook, no dia 24 de agosto de 2016. Segundo ela, o grande problema é que o Frase Health Authority, coordenado pelo sistema de saúde canadense, tem encontrado problemas para transferi-los, não apresentam prazos e os pedidos da família têm sido atrasados. “Para piorar, meu avô foi diagnosticado com linfoma. Além disso limitar o tempo dele, ainda torna a situação mais urgente. A demência dele têm ficado mais forte a cada dia, mas a memória da minha avó não sumiu… ainda”, disse, em desabafo.

Ashley Bartyik/Facebook

Os idosos estão em asilos diferentes e é necessário conduzi-los de carro, por 30 minutos, para viabilizar os encontros. “Eles não podem se beijar à noite e choram todas as vezes que se encontram. É de partir o coração”, escreve Ashley. Com a repercussão do caso, a autoridade de saúde local disse estar tentando viabilizar a transferência. “Apesar do que eles estão dizendo em reportagens, nenhuma ligação sequer foi feita para a família”.

Ashley Bartyik/Facebook

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)