Cadela morre picada por cobra ao defender irmãos

TV Anhanguera / Reprodução

Os irmãos Lindon Jhonson de Aquino e Demerval de Aquino estavam capinando mato, quando começaram a ouvir barulhos estranhos e perceberam sua cadela, que os acompanhavam, bastante agitada. De repente, uma cobra da espécie jararaca, saiu de um buraco para atacá-los, porém, a cadela Mariana foi a heroína do dia, ao proteger seus donos.

O ato heroico, entretanto, lhe custou uma picada no focinho, que, após quatro dias de internação, causou a sua morte. O animal foi levado ao hospital veterinário da cidade de Anápolis, em Goiás, juntamente com a cobra, que foi capturada logo após o ataque, apresentou melhora de saúde, ao ponto de conseguir beber água e se alimentar, mas não resistiu.

O fato aconteceu no dia 01 de maio de 2017. A cadelinha não resistiu ao veneno da serpente e acabou falecendo no dia 05 de maio de 2017. “O fato de a picada ter sido na região da face, do focinho, tornou a situação muito grave. O veneno é muito forte e acaba necrosando o tecido, comprometendo órgãos vitais como o sistema respiratório”, explicou o médico veterinário responsável pelo tratamento da cadela, Paulo César Dias Ramalho, ao G1.

TV Anhanguera / Reprodução

Os donos ficaram emocionados e muito tristes em perder a grande companheira. “Ela apresentou melhoras, bebia água, começou a andar, comeu, mas o veneno tomou conta. No início achamos que ela iria sobreviver. Eu e meu irmão vamos agradecer muito a Deus porque se não fosse a Mariana, um de nós dois não estaria aqui”, disse Demerval.

A jararaca está entre as cobras mais venenosas encontradas no Brasil.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)