Black Friday e Ação de Graças têm mais a ver do que você imagina

Annaclarice Almeida/DP

Um dos mais importantes e tradicionais feriados do calendário norte-americano, o Dia de Ação de Graças também faz parte dos calendário pernambucano. Apesar de pouco difundido, já é celebrado há 10 anos, sempre na quarta quinta-feira do mês de novembro. O dia seguinte, porém é muito mais lembrado e festejado: a Black Friday (sexta-feira negra em tradução literal), marcada por inúmeras promoções do comércio para atrair os clientes. E as duas “celebrações” estão conectadas.

Há uma teoria de que o termo Black Friday teria surgido no estado da Pensilvânia, nos EUA, mais precisamente na cidade da Filadélfia, na década de 1990. A polícia dava este nome ao dia seguinte à Ação de Graças, marcado por intensos congestionamentos gerados pelo início das compras de Natal.

Hesiodo Goes/Esp.DP

Outra teoria aponta que, antes disso, na década de 1980, a cor preta era associada ao lucro do comércio, enquanto a vermelha ao prejuízo. A Sexta Negra, portanto, seria a época de maior lucro dos comerciantes. No Brasil, o primeiro Black Friday ocorreu em 2010, somente com vendas online, com 50 lojas participantes. A partir de então, passou a ser anunciado também pelas lojas físicas, tornando-se uma das datas mais importantes para o comércio.

Já a Ação de Graças tem uma origem muito anterior. Teria surgido como celebração a uma boa colheita do século 17, na cidade de Plymouth, em Massachusetts, também nos EUA. Por conta disso, foi instituído um feriado estadual, posteriormente nacionalizado pelo presidente Abraham Lincoln.

Library of Congress/Wikimedia

Para cruzar fronteiras e chegar ao Brasil, foram necessários 86 anos, quando a data foi instituída em 1949. No calendário de Pernambuco, a formalização do Dia de Ação de Graças no calendário ocorreu em 2009, já no ano seguinte, no Recife.

Porém, há um movimento que tenta dar à quinta-feira o mesmo destaque conquistado pela Black Friday. “Apesar da quarta quinta-feira ter sido instituída em 1949, é uma lei que não é difundida. Criamos um comitê que gere um movimento apolítico, sem distinção de credo religioso e sem fins lucrativos para resgatar a importância desta data”, afirma o presidente do Comitê Brasileiro do Movimento de Resgate ao Dia Nacional de Ação de Graças, o empresário Jonas Alvarenga.

O objetivo é ainda relembrar o significado deste dia que vai muito além de ser apenas a véspera do Black Friday. “É um dia para agradecer a Deus, à família e ajudar ao próximo”, aponta Alvarenga. Para celebrar a data, o Comitê organiza um evento no dia 24 de novembro, no qual serão oferecidos atendimento de saúde (oftalmologia, odontologia, nutrição), e serão realizados exames de mamografia.

DNAG/Reprodução

Ao todo, serão distribuídas 500 fichas, a partir das 7 horas, para as pessoas presentes no Parque 13 de Maio, no Recife. Todos os atendimentos serão gratuitos.

Dia Nacional de Ação de Graças 2016 – 24 de novembro

Atendimentos de saúde:
Oftalmologia, odontologia, clínica médica, nutrição e realização de mamografias.
Local: Parque 13 de maio, no centro do Recife, a partir das 7h.
Serão distribuídas 500 fichas e para ter acesso aos serviços é preciso apresentar documento com foto.

Emissão da identidade:
Local: Parque 13 de maio, no centro do Recife, a partir das 7h.
Serão distribuídas 100 fichas e é preciso portar original e cópia da certidão de nascimento ou de casamento e duas fotos 3×4 recentes, coloridas e com fundo branco.

Show:
Padre João Carlos, Soraya Moraes e André Rio e convidados (Carla Rio, Benil, Luciano Magno e Cezzinha). Participação do Projeto Benei Aor e do Coral Pró-Criança.
Local: Cais da Alfândega, às 17h

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)