Biólogos apontam piores cheiros achados na natureza

Twitter / Reprodução

Uma indagação no Twitter deu origem a uma discussão interessante e um pouco diferente sobre as classificações dos piores cheiros encontrados na natureza. Desde vômito de abutre até um sapo morto, o grande vencedor foi o cheiro insuportável (quem já sentiu garante que é mesmo) de uma tartaruga em decomposição.

“Lembro-me de uma grande tartaruga morta que alguém encontrou na estrada e colocou no banco do carro, para transportá-la em pleno calor do verão. Depois de sentir o cheiro, vomitei imediatamente”, disse David Steen, professor de ecologia da vida selvagem na Universidade de Auburn, no Alabama, ao jornal britânico Daily Mail. Para confirmar a informação, a Dra. Kathryn Wedemeyer-Strombel, que é cientista de conservação, explicou: “Posso confirmar. Eu fiz análise de amostras. O conteúdo presente no estômago da tartaruga marinha, quando colocado em um forno de secagem é extremamente horrível”.

Já Jeff Higdon, um biólogo da vida selvagem de Winnipeg, em Manitoba, no Canadá, disse que o pior cheiro que ele sentiu em toda sua carreira foi o de uma carcaça de baleia que havia apodrecido durante seis semanas. “Eu e minha equipe removemos o esqueleto de uma baleia em 2003. Ela estava morta há cerca de 6 semanas. Às vezes eu acho que ainda posso cheirá-lo, de tão marcante”, comentou Jeff.

Por fim, por meio dos relatos e experiências dos cientistas, surgiu uma lista com os piores cheiros. Confira o ranking:

  1. Tartaruga em decomposição
  2. Secreção anal de doninha (ave)
  3. Sapo morto
  4. Carcaça de baleia
  5. Vômito de abutre
  6. Glândula de gambá
  7. Macaco mulato em decomposição

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)