Atores da pegadinha de Pokémon relatam “sufoco” de gravação

Gustavo Pardal/Reprodução

Os autores da pegadinha do Pokémon Go passaram por momentos tensos pra gravar a o vídeo que, desde o dia 21 de julho, caiu no gosto da internet e já caminha para as 700 mil visualizações. “Passamos por sufoco tanto na pelada, quanto no boliche. O pessoal se estressou”, conta Caco Matos, um dos comediantes de stand up que atuam no vídeo. “No boliche, o pessoal foi bem rude, mas não chegou a rolar agressão”, complementa.

“Toda pegadinha envolve tensão, por mais simples que seja. O pessoal do boliche ficou bem chateado, o da pelada também, mas depois, acham a situação tão absurda que acham engraçado e ficam rindo”, pondera Gustavo Pardal (em sua página no Facebook o vídeo foi publicado pela primeira vez), responsável pelo roteiro juntamente com Caco Matos.

Ambos apontam, porém, que o vídeo vai além do objetivo de fazer as pessoas rirem. As situações exageradas filmadas na pegadinha visam também alertar as pessoas para os limites ao jogar Pokémon Go, que pode chegar nesta semana ao Brasil. “Deixamos uma crítica no ar sobre até que ponto as pessoas se arriscariam para pegar um Pokémon. Em outros países ocorreram acidentes. Nada contra jogar, mas tem que haver cuidado”, alerta Pardal. “Foi uma forma também de mostrar que as pessoas têm que se cuidar quando forem jogar”, afirma Matos, que brinca ao ser questionado se vai baixar Pokémon Go, quando ele for liberado. “Sou fã da primeira saga, dos 150 pokémon, mas não tenho ‘psicológico’ pra esse jogo”.

Quando o jogo chegar ao Brasil e, consequentemente ao Recife, (clique para ver todas as pokéstops que existirão no Recife) outros vídeos sobre a “febre” devem ser realizados. Por enquanto, a dupla de stand up comedy comemora o sucesso da realização. “Tudo que está na moda, se você é o pioneiro, estoura. Ninguém tinha feito, decidimos fazer e acreditávamos na repercussão, mas não tão rápido”, aponta Pardal.

 

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)