30 cidades usam app contra Aedes aegypti, incluindo Pesqueira e Moreno

Colab.re/Facebook

Duas cidades pernambucanas estão na lista de prefeituras que aderiram ao uso de uma ferramenta de monitoramento remoto de possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, com o auxílio de smartphones. Moreno e Pesqueira firmaram convênios para utilizar o Brasil Sem Dengue, aplicativo lançado em janeiro de 2016, em destaque por duas semanas na Apple Store e já baixado por cerca de 30 mil brasileiros. A iniciativa da Colab.re tenta facilitar a comunicação entre moradores e autoridades no que diz respeito ao registro, controle e extermínio de focos de reprodução do mosquito responsável por transmitir dengue, zika e chikungunya, fazendo pelo menos 1,5 milhão de pacientes apenas em 2015, segundo o Ministério da Saúde.

O app permite que os cidadãos denunciem o foco diretamente na ferramenta e que os órgãos públicos recebam essas informações instantaneamente. Ele está em uso em um total de 30 municípios no país, incluindo as capitais São Paulo (SP), Teresina (PI), São Luís (MA) e Porto Alegre (RS). O empresário Gustavo Moreira, 31, conta que a ideia do aplicativo surgiu no final de 2015, quando a equipe se reuniu para desenvolver um novo projeto. “Faz três anos que desenvolvemos ferramentas no final do ano em vez de fazermos confraternização. No ano passado nos perguntamos ‘Por que não fazemos uma ferramenta para publicação de foco do mosquito?”, conta.

Além de ser uma ferramenta para denunciar os focos do mosquito, o aplicativo permite que o usuário descreva os sintomas que está sentindo, facilitando – mais uma vez – a comunicação entre ele e o setor público. A expectativa da empresa é que mais prefeituras façam adesão à ferramenta, assim como mais pessoas sintam vontade de baixar. Enquanto isso, eles já consideram que o aplicativo teve grande alcance no Brasil.

Moreira defende que o programa não seja visto apenas como uma ferramenta, mas uma forma de luta contra o mosquito. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)